Entre Tejo e Sado

História

1996 a 1999

A CCAM de Entre Tejo e Sado, com esta designação, é o resultado de um processo de fusões sucessivo que, abrangeu todas as Caixas já existentes na região, nomeadamente Alcochete (1911), Montijo (1978), Palmela (1928), Seixal (1936) e Vendas Novas (1985).

A sua história confunde-se, pois, com a história das ex-Caixas que a integraram e que desde as respectivas fundações se orientaram para a promoção do desenvolvimento agrícola, agro-pecuário e agro-industrial dos concelhos em que estavam inseridas.

A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Entre Tejo e Sado abrange uma área de 8 concelhos:

  • Almada
  • Alcochete
  • Barreiro
  • Moita
  • Montijo
  • Palmela
  • Seixal
  • Vendas Novas

Nos quais tem, actualmente 13 Agências em funcionamento:

  • Águas de Moura
  • Alcochete
  • Baixa da Banheira
  • Barreiro
  • Charneca da Caparica
  • Moita
  • Montijo
  • Palmela
  • Pegões
  • Pinhal Novo
  • Quinta do Anjo
  • Seixal
  • Vendas Novas

Este projecto de múltiplas fusões teve como objectivo o reforço da situação financeira e a reestruturação organizativa de todas as Caixas que integraram, contando para tal com o apoio do Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo e a supervisão técnica e de orientação da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo.

Com a adopção deste Projecto de Reestruturação e Saneamento, e os apoios atrás referidos, foi possível criar uma Instituição com a dimensão necessária para se modernizar e competir nos mercados em que se insere.