Costa Verde

História

A CCAM da Costa Verde é o resultado dum processo dinâmico de duas fusões, envolvendo três caixas: a Caixa de Ovar, fundada em 29 de Agosto de 1981, a Caixa de Espinho, fundada em 26 de Novembro de 1986 e a Caixa de Gaia, fundada a 5 de Fevereiro de 1988.

1991

O Regime Jurídico que regulamentava a actividade das Caixas Agrícolas antes de 1991 impunha constrangimentos legais que dificultavam e até inviabilizavam o seu crescimento, sobretudo daquelas cuja área geográfica era diminuta, como era o caso particular da Caixa de Espinho, ou que exerciam a sua actividade em concelhos urbanos. O novo Regime Jurídico, publicado em 1991, ao eliminar um conjunto de condicionalismos anacrónicos e fortemente penalizadores, veio trazer novas oportunidades de acção e desenvolvimento. O número de Associados cresce significativamente, o volume negócios aumenta e a Caixa abre uma nova Agência no centro de Gaia, apesar da forte concorrência da Banca comercial, instalada neste concelho.

1995

Integrada numa política de fusões visando o fortalecimento do sistema, estimulada pelos órgãos dirigentes do Crédito Agrícola, em especial a Caixa Central, que implementa uma estratégia financeira de modernização do Sistema, para o tornar capaz de concorrer com os Bancos nacionais, a primeira fusão dá-se em 21 de Março, entre as Caixas de Gaia e Espinho, as quais, perdendo as suas designações, deram origem à CCAM da Costa Verde. A Caixa passou a funcionar com duas Agências: uma em Gaia e outra em Espinho.

2003

Sem esquecer a matriz do Crédito Agrícola, de serviço e proximidade com as populações, são abertas duas novas Agências, em duas freguesias periféricas e com baixos índices de desenvolvimento do concelho de Gaia – Lever e Perosinho - cujas populações não dispunham até à data de nenhuma instituição bancária na sua área de residência.

2008

Nos primeiros anos da década de 2000, a Caixa de Ovar passa por uma situação delicada, que impõe que seja intervencionada. Não obstante, apesar do apoio e o acompanhamento da Caixa Central, a desejada recuperação não ocorreu. Por se tratar duma Caixa limítrofe, são estabelecidas conversações com a Caixa da Costa Verde, que culminam, em Janeiro de 2008, com a fusão por incorporação da Caixa de Ovar na Caixa da Costa Verde, a qual mantém a mesma designação.

Com as 4 Agências da Caixa de Ovar (Ovar, Válega, Arada e S. Vicente de Pereira), a Caixa da Costa Verde passou a dispor duma rede de 9 Agências e cerca de três mil e quatrocentos Associados.