Caixa Central

Mensagem do Presidente do CGS

 

 

Ao longo da sua história quase centenária, o Crédito Agrícola tem-se mantido fiel aos valores essenciais que estão na génese das Caixas Agrícolas, que implicam a preservação de uma relação de proximidade com os seus Associados e Clientes, e o acompanhamento atento da dinâmica social e económica das comunidades locais, de que as Caixas fazem parte e de que são um importante parceiro de desenvolvimento.

Orgulhamo-nos de que a actividade bancária do Crédito Agrícola não vise exclusivamente o lucro, e que, pelo contrário, tenha uma dimensão social relevante de serviço à comunidade. Assim, estamos frequentemente em locais que outros evitam, por não os acharem atractivos comercialmente, mas onde para nós é importante estar, como forma de valorizar as nossas terras. Há cerca de 250 povoações no país em que o Crédito Agrícola é a única instituição bancária presente, e para cerca de 400 outras localidades, a ATM aí instalada pela Caixa local é o único ponto de contacto com o sistema bancário nacional.

Hoje, o Crédito Agrícola, formado por 82 Caixas, pela Caixa Central e por um conjunto de empresas especializadas, é um Grupo financeiro moderno, dispondo de cerca de 700 Agências, e proporciona aos seus Clientes uma gama diversificada de serviços financeiros, nas áreas bancária e de seguros.

As Caixas Agrícolas, com os seus órgãos de gestão próprios e dotadas de autonomia, são hoje verdadeiros bancos regionais, detentores de competências, nas suas equipas e colaboradores, que facilitam a antecipação das necessidades que se manifestam a nível local, oferecendo soluções inovadoras e adequadas a cada situação. É esta característica única que nos aproxima das comunidades e faz do Crédito Agrícola um vector do desenvolvimento regional do país. A desertificação a que, infelizmente, se assiste, atingiria ainda maiores proporções sem a acção do nosso Grupo.

O nosso compromisso social passa por pensar novas formas, economicamente sustentáveis, de promover o bem-estar dos nossos Associados e Clientes, no quadro do desenvolvimento económico-social das regiões em que vivem, cuja prosperidade e vicissitudes as Caixas directamente partilham. Compromisso que o Crédito Agrícola, com a modernização recente das suas condições operativas e com a solidez financeira de que desfruta como Grupo, tem hoje, mais do que nunca, plenas condições para assumir.

Carlos Courelas

Presidente do Geral e Supervisão